terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Imagem

na mais escura
de todas
as noites
sai

vomitando
esperanças

como seria
bela
a vida

não fosse
o fim
à espreita?

afirmo
não desejar
ser
nada
além
do que
já sou

— mentira!

acompanha-me
a imagem
de tudo
que não fui

e jamais
serei