terça-feira, 31 de outubro de 2017

Janela

jogou-se

do décimo

segundo

andar

o que ela pensou?

quanta coragem!

ou desespero?

certa noite

olhamos
para baixo

a mesma vontade
de dizer não

à vida

entregar-se
ao desconhecido

a preguiça me “salvou”

tempos

depois

ela fez

invejo sua coragem

sangrou
feito um porco?

vomitou
toda excrescência?

tiraram
fotos

eu não vi

estaria
mais bela?

a morte
tem uma precisão
que a vida
jamais
terá

eu não disse adeus

não fui ao seu enterro

não tenho fotos

devíamos ter pulado juntos 

eu sou um péssimo amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários desrespeitosos não serão aceitos.